Análise ambiental e estimativa de desapropriações - Projeto Funcional para Obras e Adequações de Capacidade e Segurança do Anel Rodoviário de Belo Horizonte
Ano: 2016
Tema: Estudos ambientais e socioeconômicos associados à empreendimentos estratégicos.
Localização: Belo Horizonte, Minas Gerais
Contratante: Tectran / Grupo Systra
O Anel Rodoviário é um importante corredor viário que interliga as rodovias federais BRs 040, 262 e 381. Ele foi implantado no final dos anos 1950, ao longo de áreas periféricas de Belo Horizonte, para preservar o centro urbano do tráfego rodoviário de longa distância. Contudo, com a expansão cidade, a rodovia passou a abrigar também o trânsito de ligação entre áreas urbanas, levando a congestionamentos frequentes e alto número de acidentes de trânsito. O projeto de revitalização, elaborado pela Tectran/Systra, em contrato com a SETOP/MG, propõe a implantação e/ou recuperação das pistas marginais ao longo do trecho do Anel compreendido entre as interseções com a BR 040 e a Av. Cristiano Machado, incluindo cruzamentos com importantes eixos viários radiais, a fim de aumentar a capacidade de atendimento da via, mas, sobretudo, para atender às viagens urbanas, mantendo a pista central voltada prioritariamente para os deslocamentos de maior distância (interligações rodoviárias). A Práxis foi responsável pela elaboração da avaliação ambiental deste projeto, que consistiu em breve diagnóstico das áreas de influência determinadas para os temas analisados, identificação de impactos urbanísticos e socioambientais flagrantes, proposição de medidas mitigadoras e compensatórias e dos respectivos indicadores para o monitoramento do desempenho socioambiental do empreendimento, e orientações e recomendações para o processo de licenciamento ambiental. Este estudo foi realizado de maneira integrada com a análise da legislação pertinente e dos planos, programas e projetos governamentais previstos nas áreas de influência. Também foi realizada estimativa de custo referente às remoções/reassentamentos dos imóveis localizados em áreas lindeiras de ocupação informal e que provavelmente serão atingidos em função da implantação do trecho projetado.
2016
Anel Rodoviário de Belo Horizonte
2015 e 2016
Fundão - Samarco
2014 e 2015
VLT TERGIP/AITN
2014 e 2015
UHE Belo Monte
2013 e 2014
Presidente Dutra- Teresina-Sobral
2013 em andamento
Metrô de Belo Horizonte (Linhas 1, 2 e 3)
2013
Aeroporto Internacional Tancredo Neves
2012
Antônio Carlos e Pedro I
2011 e 2012
EIA/RIMA Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN)
2010
Nova Rodoviária de Belo Horizonte
2016
RODOANEL e Aeroporto Internacional 
2009 e 2012
Projeto Gente de Valor
2007 a 2015
UHE Santo Antônio
2002 a 2004
UHE Funil
1992 a 1994
Usina Hidrelétrica de Salto Caxias